Agenda Municipal de Ovar centrada em Abril, Jazz e Património Azulejar

3 de Abril, 2024 0 Por A Voz de Esmoriz

David Fonseca, Moonspell, Tiago Bettencourt e Cuca Roseta são proposta para o próximo quadrimestre

O Município de Ovar já lançou a agenda para o próximo quadrimestre. Os 50 anos do 25 de Abril, o Ovar em Jazz e o Maio do Azulejo são os três principais destaques desta edição, que conta com mais de uma centena de propostas culturais, pensadas para todos os públicos e nas mais diversas áreas artísticas. David Fonseca, Moonspell, Tiago Bettencourt e Cuca Roseta são só algumas das muitas propostas desta agenda municipal que, como é seu apanágio, continua a apostar nos agentes locais e no envolvimento da comunidade. Destaque, ainda, para a cultura fora de portas e descentralizada, com espetáculos nas freguesias e em locais de elevado valor patrimonial do concelho.

“Com grandes espetáculos, coproduções e acolhimentos, mais uma vez, a agenda cultural do Município de Ovar pauta-se pela pluralidade, diversidade e ecletismo na programação”, destaca Alexandre Rosas, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Ovar com o pelouro da Cultura. O autarca sustenta que “esta programação regular e de elevada qualidade tem contribuído para a crescente fidelização de públicos e dinâmica cultural do município, com impacto social e económico”.

A liberdade, a revolução e a democracia são temas centrais da programação de abril a julho.  A peça “Livrar-me”, de Sandra Barata Belo e Raquel Oliveira, no dia 5 de abril, às 21h30, no CAO – Centro de Arte de Ovar, abre o ciclo de espetáculos. Da lista constam outras iniciativas, como “As portas que Abril abriu”, juntando o Grupo Vocal Canto Décimo e os alunos da Academia de Música do Orfeão de Ovar, no dia 25 de Abril, às 15h, no CAO e “Revolution (Título Provisório)”, a 27 de abril, às 21h30, no CAO.

Já o Ovar em Jazz, que se realiza de 17 a 20 de abril, conta com quatro dias de concertos, oficinas e conversas, numa edição que junta oito propostas culturais, entre as quais os concertos de Mário Costa Quarteto (17 de abril), L.U.M.E. (18 de abril), Abe Rábade (19 de abril), e Amaro Freitas (20 de abril). Todos às 21h30, no CAO.

Também o Maio do Azulejo traz uma mão cheia de iniciativas em espaços de excelência de Ovar, nomeadamente a Igreja Matriz de Válega e o Largo do Palácio da Justiça de Ovar, onde atuam, respetivamente, Cuca Roseta com a Orquestra Filarmonia das Beiras, a 5 de maio, e os brasileiros Mart’nália com Paulinho Moska, a 25 de maio.  O primeiro concerto está marcado para as 18h e o segundo para as 21h30.

Mas há muito mais. David Fonseca, a 3 de maio, Moonspell, a 29 de maio, e Tiago Bettencourt com a Banda Filarmónica Ovarense e a Sociedade Musical Boa União, a 15 de junho, sobem ao palco do CAO, às 21h30. Destaque ainda para a peça de teatro: “Terror e Miséria no Terceiro Reich” de Bertolt Brecht, pela Companhia da Esquina, no dia 17 de maio, às 21h30. Na Dança, para apontar na agenda, os espetáculos “Palco Especial”, a 13 de abril, “Dimensão”, 11 de maio, e “COMDANÇAS”, a 1 de junho, todos às 21h30, no CAO.

Aposta central do Município de Ovar continua a ser o EIXO – Programa de Aprendizagem Criativa e Mediação de Públicos, com propostas para escolas, famílias e jovens, com inúmeras iniciativas nos diversos equipamentos municipais, mas também em locais descentralizados e espaços informais ao ar livre.

A programação completa pode ser encontrada em: https://cultura.cm-ovar.pt/