“As letras das músicas têm de soar e tocar sentimentalmente” – Ruben Pinto

14 de Setembro, 2022 0 Por A Voz de Esmoriz

Ruben Pinto, cantor natural de Maceda, actuou no encerramento da Feira de Gastronomia e Artesanato de Maceda, diante de uma plateia repleta de gente. O músico que já conta com algumas presenças televisivas trouxe alguns dos seus temas românticos que enaltecem o melhor que a música portuguesa pode oferecer.

Em declarações à Voz de Esmoriz, Ruben recorda que trabalhou mais de 20 anos de graça para Maceda e que é altura das pessoas saberem dar o devido valor àqueles que dão o melhor de si para engrandecer a cultura da própria região. No entanto, admite que ficou muito satisfeito por ter actuado num evento de sucesso como foi a Feira da Gastronomia e Artesanato (e agradeceu o apoio do público durante o espectáculo), salientando que teve de fazer um sacrifício visto que só dormiu duas horas, atendendo que vinha de um concerto que deu em Monsanto e que tinha atraído uma assistência com mais de 600 pessoas.

Em termos de composição musical, Ruben Pinto assume que as letras têm de soar e tocar sentimentalmente e que é muito mais fácil para um cantor conseguir interpretar os seus próprios versos do que inspirar-se nas letras que são facultadas e vividas por outros.

O artista confidenciou que ponderou abandonar a música, durante a época da pandemia, mas felizmente conseguiu dar a volta por cima, e admite que consegue ser feliz com tão pouco (basta um estrado e um palco) e que, acima de tudo, o deixem trabalhar e demonstrar o seu potencial. Num plano íntimo, agradece o apoio da sua família, em particular, da sua avó, e também agradece a amizade e o carinho dos seus fãs e seguidores.

Ruben Pinto irá actuar em Lourosa, no próximo sábado.