Capela das Alminhas intervencionada

27 de Setembro, 2022 0 Por A Voz de Esmoriz

A Capela das Alminhas do Pinto remonta ao século XVII, tendo recebido romarias de vários crentes que ali pediam a intercessão divina pelas almas dos seus familiares ou faziam promessas. São conhecidas as histórias de muitos pescadores que ali se dirigiam a fim de agradecer a sua sobrevivência e os resultados obtidos no alto mar ou até pediam protecção no caso de se prepararem para campanhas difíceis.

Atendendo que, no final, do século XX, o templo estava em sério estado de degradação, teve que se recolher donativos que permitissem a sua requalificação. Em 2002, por iniciativa de Florindo Pinto, na altura, Presidente da Comissão de Melhoramentos de Esmoriz (entidade proprietária do templo), concretizou esse objectivo, modernizando a capela ou ermida.

Em 2014, foi necessário pintar de novo templo, e agora em 2022, a actual direcção da Comissão de Melhoramentos de Esmoriz optou por intervir novamente, pintando e dando alguns retoques que permitem melhorar a imagem do templo. Previamente avisados por cidadãos da zona que estimam aquele templo com devoção, viemos a saber que o templo tinha já as paredes escuras e que a pedra que rodeia o azulejo do altar estava a ficar escurecida, pelo que a intervenção resolveu estes problemas.

É de enaltecer o trabalho desempenhado pelos senhores Aurélio Gomes (INELSA), Morcela, Quim e José Manuel que acompanharam este processo.

Recorde-se que a actual direcção da Comissão de Melhoramentos de Esmoriz tem feito um investimento relevante, ao longo do ano de 2022, ao nível de equipamentos da rádio (torre nova – embora com mérito da direcção anterior, emissor moderno, webcam’s e outros meios necessários) e também do património, como é o caso da capela.