“Carta Aberta ao Ministro da Saúde” (Opinião)

24 de Fevereiro, 2023 0 Por A Voz de Esmoriz

Exmº Sr. Ministro da Saúde,

Dr. Manuel Pizarro,

Venho por esta via expor-lhe uma situação preocupante e inexplicável que sei que é do seu conhecimento, mas ainda não terá tomado decisão e diz respeito à possibilidade dos utentes do Município de Ovar passarem a ser referenciados para a ULS da Região de Aveiro.

O Município de Ovar tem mais de 55.000 habitantes permanentes e uma elevada população flutuante aos fins de semana e durante a época balnear, fruto das várias praias tem ao longo de uma grande zona costeira, do braço da Ria de Aveiro, da floresta, dos monumentos, das tradicionais festividades como o Carnaval e outros espaços atraentes para turistas, isto para além de ser um Município com duas cidades e uma grande proximidade a concelhos vizinhos sem Serviço de Urgência como é o caso da Murtosa e Estarreja que recorriam imenso ao extinto Serviço de Urgência do Hospital Dr. Francisco Zagalo em Ovar.

Muito havia para dizer em relação à subtracção de valências realizada, ao longo de vários anos, ao Hospital Dr. Francisco Zagalo, mas neste momento o que importa realçar são as carências actuais como são exemplo os Pólos de Saúde de Arada e Maceda encerrados, o facto de não existir consulta aberta no Centro de Saúde e o facto de ainda não terem reaberto um Serviço de Urgência Básico no Hospital Dr. Francisco Zagalo e nem sequer uma VMER temos em Ovar. Tal é a ausência de cuidados de saúde durante a noite no município que a partir das 24h00 não há uma farmácia aberta, veja bem!

Por outro lado, há uma falta de equidade gritante no que toca a cuidados de saúde no nosso distrito que está nas mãos de V. Exª corrigir. Acho que V. Exª terá dificuldade em perceber e, muito mais em justificar, como é possível que o Governo liderado pelo Sr. 1º Ministro Dr. António Costa, tenha reaberto o Serviço de Urgência do Hospital de São João da Madeira que fica a pouquíssimos kms do Hospital de São Sebastião e do Hospital de Oliveira de Azemeis que também têm Serviço de Urgência e por outro lado não reabrirem o Serviço de Urgência no Hospital Dr. Francisco Zagalo. Note que São João da Madeira é um concelho de menor dimensão, tem menos de metade da população do concelho de Ovar e na época balnear parte da população desloca-se para as praias de Ovar, exemplo disso mesmo é o Parque de Campismo situado na praia do Furadouro que é gerido pelo Clube de Campismo de São João da Madeira.

Não necessita de se preocupar com a justificação, porque todos sabemos que é completamente injustificável e injusto, só necessita de repor a justiça que se impõe e demonstrar que é um Ministro da Saúde competente e atento.

Acresce à injustiça acima referida, agora a preocupante informação da possibilidade de Ovar ficar integrado na nova ULS da Região de Aveiro em vez da ULS Entre Douro e Vouga como faz sentido. Esta possibilidade, implica a referenciação dos utentes de Ovar para o Hospital de Aveiro ou Coimbra o que é inconcebível e completamente desajustado, tendo em conta a distância de Ovar a Santa Maria da Feira ou Gaia comparada com a distância a Aveiro ou Coimbra.

Apelo à consciência e bom senso de V. Exª no sentido de tomar uma decisão que implique a inclusão de Ovar na ULS de Entre Douro e Vouga e correspondente referenciação dos utentes de Ovar para o Hospital de São Sebastião, assim como a rápida reabertura do Serviço de Urgência Básico no Hospital Dr. Francisco Zagalo e dos Pólos de Saúde de Arada e Maceda.

Reforço que muito para além da comodidade dos utentes de Ovar, neste momento estão em causa a Saúde e a Vida das pessoas do Município de Ovar e acredito que V. Exª não queira acarretar esse peso na sua consciência para o resto da vida.

Subscrevo-me com elevada estima e consideração,

Fernando Camelo Almeida

(Deputado Municipal em Ovar)

Ovar, 23 de Fevereiro de 2023