Dérbi concelhio termina num (justo) empate

13 de Março, 2022 0 Por A Voz de Esmoriz

Na tarde deste Domingo, AD Ovarense e Sporting Clube de Esmoriz empataram a uma bola, depois de um jogo muito bem disputado em que mais golos poderiam ter surgido na partida. O resultado demonstra o equilíbrio que efectivamente se verificou ao longo dos 90 minutos.

A AD Ovarense, orientada por Bock (antigo goleador de clubes como Leixões, Freamunde e Vizela), tinha muitas baixas para este jogo (sobretudo no eixo defensivo), contudo apresentou a seguinte formação: Nuno Crujeira; Pedro Marques, Tiago Amaral, Diogo Petiz, Márcio; Bruno Silva, João Paulo, Rolas, Mateus Arence; Fábio Novo e Mika.

O SC Esmoriz, sob a batuta de José Manuel Sá, fez-se representar com o seguinte elenco: Ivo Eichmann; João Silva, Gustavo Brenha, Filipe Tavares, Valente; Ivo Costa, Ruben Tavares, Mustapha, Luís Soares; André Pinhal e Jonatas Santos.

Na primeira parte, os esmorizenses foram ligeiramente superiores e até entraram mais pressionantes, conseguindo causar calafrios à linha defensiva adversária, embora a AD Ovarense tenha conseguido melhorar a sua performance após os primeiros dez minutos. Como disséramos, houve algumas oportunidades para ambos os conjuntos. Como exemplo disso, aos 17 minutos, e após uma boa jogada de insistência de Ivo Costa, a bola sobra para Luisinho (extremo do SC Esmoriz) que rematou ao lado, e aos 44 minutos, podemos destacar o remate perigoso de Mika (atacante da AD Ovarense) que, depois de solicitado por Bruno Silva, rematou ligeiramente por cima da baliza de Ivo Eichmann.

No início da segunda parte, a AD Ovarense entrou melhor. Na sequência de uma iniciativa de Mateus Arence na ala direita, a bola vai chegar a Rolas que, na cara de Ivo Eichmann, tentou picar a bola, mas o esférico saiu por cima da baliza. O aviso foi dado, e aos 68 minutos, no âmbito de um contra-ataque vareiro, o recém-entrado Hudson entregou para Tigas que cruzou letalmente para Mika fuzilar as redes do SC Esmoriz, inaugurando assim o marcador para a AD Ovarense.

No entanto, a equipa da Barrinha reagiu. Acabado de entrar aos 70 minutos e inconformado, Tiago Fragoso desferiu remates perigosos – um deles defendido com classe pelo guardião ovarense Nuno Crujeira.

Nos minutos finais, a AD Ovarense tentou gerir a vantagem mínima, contudo aos 94 minutos os seus planos foram frustrados devido a um cruzamento-remate de Tiago Fragoso, ficando a dúvida se Tiago Florim, atacante esmorizense recém-entrado, chega a desviar a bola na área, em que o esférico acaba mesmo por entrar colocado no lado direito da baliza, resultando em golo. A AFA TV atribuiu, entretanto, o golo a Tiago Florim. Nesse momento, o silêncio apoderou-se do Estádio Marques da Silva. Estava refeita a igualdade e o jogo terminaria poucos minutos depois.

O empate aceita-se porque houve significativas oportunidades para ambas as formações e não houve propriamente uma hegemonia clara de uma equipa em campo.

Com este resultado, o Sporting Clube de Esmoriz somou o 3º empate consecutivo, e passa a contabilizar 16 pontos, contudo o Fiães SC, equipa que ocupa o derradeiro lugar de salvação, venceu hoje na deslocação ao Carregosense e tem agora 32 pontos, isto é, o dobro da equipa da Barrinha.

Na próxima jornada, o Sporting Clube de Esmoriz recebe a Associação Recreativa São Vicente Pereira, partida em que só a vitória interessa para os guerreiros da Barrinha.

Por fim, é de enaltecer igualmente a transmissão da Rádio Voz de Esmoriz que acompanhou o jogo através dos seus locutores Eduardo Carvalho, José Carlos Macedo e João Cruz.

Créditos da Imagem: Página do SCE nas redes sociais