Em entrevista – Candidatos a campeões nacionais da Liga MEO Surf: Joaquim Chaves, Francisco Mittermayer e Luís Perloiro

24 de Setembro, 2022 0 Por A Voz de Esmoriz

O título nacional masculino de surf vai-se decidir no Bom Petisco Peniche Pro, a quinta e última etapa da Liga MEO Surf 2022, a primeira divisão do surf português. Uma etapa que promete muita emoção para a decisão final de uma luta que se prevê muito renhida. Após quatro etapas disputadas, há ainda 12 surfistas com possibilidades matemáticas de serem o campeão nacional de 2022.

Candidatos ao título de campeão nacional da Liga MEO Surf 2022

  • Líder do Ranking: Guilherme Ribeiro
  • Restantes Candidatos: Guilherme Fonseca, Eduardo Fernandes, Tomás Fernandes, João Moreira, Vasco Ribeiro, Afonso Antunes, Francisco Almeida, Joaquim Chaves, Francisco Mittermayer, Luís Perloiro e Frederico Morais
  • Não Elegíveis: Halley Baptista e Arran Strong

Com Guilherme Ribeiro a partir na liderança e com a licra amarela Go Chill, há muitos adversários nesta luta particular que prometem dar tudo por terminar na frente do ranking. Alguns mais experientes nestas andanças, outros em estreia. Vários estão a pouca distância da liderança, enquanto outros têm uma matemática mais complicada pela frente. Mas todos com o sonho vivo na luta pelo maior troféu do surf nacional.

Aqui ficam cinco minutos de conversa com três desses candidatos ao título: Joaquim Chaves, Francisco Mittermayer e Luís Perloiro. 

Joaquim Chaves – Percurso Liga MEO Surf 2022
Liga#1 Figueira da Foz – 13.º lugar
Liga#2 Porto e Matosinhos – 9.º lugar
Liga#3 Ericeira – 5.º lugar
Liga#4 Ribeira Grande – 9.º lugar

Ranking atual: 10.º lugar com 2060 pontos e a 540 pontos da liderança
Requisito para Campeão Nacional: 1º lugar em Peniche / depende de resultados de terceiros

Francisco Mittermayer – Percurso Liga MEO Surf 2022
Liga#1 Figueira da Foz – 13.º lugar
Liga#2 Porto e Matosinhos – 33.º lugar
Liga#3 Ericeira – 3.º lugar
Liga#4 Ribeira Grande – 13.º lugar

Ranking atual: 12.º lugar com 1950 pontos e a 650 pontos da liderança
Requisito para Campeão Nacional: 1º lugar em Peniche / depende de resultados de terceiros

Luís Perloiro – Percurso Liga MEO Surf 2022
Liga#1 Figueira da Foz – 5.º lugar
Liga#2 Porto e Matosinhos – 5.º lugar
Liga#3 Ericeira – 13.º lugar
Liga#4 Ribeira Grande – Não competiu

Ranking atual: 15.º lugar com 1670 pontos e a 930 pontos da liderança
Requisito para Campeão Nacional: 1º lugar em Peniche / depende de resultados de terceiros

ANS – Estás surpreendido por chegarem tantos surfistas à etapa final na luta pelo título? Em que posição te colocas nesta luta?

Joaquim Chaves – A minha expectativa passa por ganhar a etapa, como em qualquer etapa em que entro. No ano passado a etapa de Peniche foi aquela em que fiz o meu melhor resultado, por isso as minhas expectativas são altas. Vou para ganhar!

Francisco Mittermayer – As minhas expectativas passam, sobretudo, por melhorar ou igualar o resultado que fiz na Ericeira, onde cheguei às meias-finais e fui 3.º classificado.

Luís Perloiro – O facto de tantos surfistas chegarem à etapa final na luta pelo título, torna esta decisão muito mais interessante. As expectativas são muito altas para esta última etapa, pois vai haver uma grande disputa entre vários atletas e isso é muito interessante de ver e acompanhar.

ANS – Qual o surfista que consideras a maior ameaça nesta luta e qual o que mais gostavas de ver como campeão?

Joaquim Chaves – Considero que todos os candidatos ao título são grandes ameaças e têm muitas hipóteses de fazer um bom resultado. A pessoa que gostava de ver como campeão era eu! Há muitos bons surfistas atualmente na Liga MEO Surf e penso que vai ser uma boa luta.

Francisco Mittermayer – Considero que todos os surfistas envolvidos nesta luta são fortes candidatos ao título. Mas, sem dúvida, que gostava de ser eu o campeão nacional.

Luís Perloiro – Considero que a maior ameaça é o Guilherme Ribeiro. E também é aquele que mais gostava de ver ser campeão nacional. Ultimamente tenho passado algum tempo com ele e gosto muito dele. Também me dou muito bem com o Guilherme Fonseca, que é o segundo do ranking. Mas penso que o Guilherme Ribeiro merece muito. É um atleta que tem evoluído bastante, é muito profissional e concentrado. Super focado em tudo o que faz! É também um miúdo muito porreiro.

ANS – Como vai ser ter esta luta alargada num local como Peniche?

Joaquim Chaves – É importante para mim a decisão ser em Peniche, até pela altura do ano, em que costuma haver melhores condições. O ano passado consegui um bom resultado. No último ano tenho surfado muito e passado muito tempo lá, onde tenho treinado muito os tubos. Vai ser interessante e penso que é uma etapa que pode ter grandes ondas.

Francisco Mittermayer – Qualquer etapa é importante para mim, mas como Peniche é uma etapa que acontece num palco que habitualmente recebe o WCT gostava muito de ser lá campeão.

Luís Perloiro – É importante para mim que a etapa seja em Peniche. É o local onde acontece a etapa do WCT, o que torna as coisas mais interessantes. Ter uma final do circuito nacional onde se realiza a etapa do circuito mundial, já é incrível. Se as previsões foram boas, ainda torna tudo mais interessantes. É uma das melhores ondas de Portugal e pode aumentar as expectativas para essa disputa. É algo que vai puxar por todos. Os surfistas vão querer atirar-se e dar o melhor tubo. Isto se as previsões foram boas. Mas acaba por ser sempre importante ter esta etapa em Peniche.

Além dos surfistas visados na luta pelo título máximo do surf português, Halley Baptista e Arran Strong estão matematicamente na corrida para vencerem a Liga MEO Surf 2022, não estando legalmente habilitados para serem campeões por não terem cidadania portuguesa. Quanto a Frederico Morais e Vasco Ribeiro, ambos são presenças não confirmadas em Peniche.

Relativamente aos requisitos indicados para cada surfista obter o título de campeão nacional da Liga MEO Surf 2022, apresenta-se o cenário mais admissível face à multiplicidade de possibilidades que se podem vir a verificar pelo facto do grupo de candidatos ser bastante alargado.

A 5ª e última etapa da Liga MEO Surf, o Bom Petisco Peniche Pro, realiza-se de 28 a 30 de Outubro em Peniche.

A Liga MEO Surf 2022 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Allianz Seguros, Joaquim Chaves, Bom Petisco, Go Chill, Somersby, Corona e Rip Curl, o parceiro de sustentabilidade Jerónimo Martins, os apoios locais dos Municípios de Figueira da Foz, Porto e Matosinhos, Mafra, Ribeira Grande e Peniche, e o apoio técnico da Associação de Surf da Figueira da Foz, Onda Pura, Ericeira Surf Clube, Associação Açores de Surf e Bodyboard, Peniche Surfing Clube e da Federação Portuguesa de Surf.

Mais informações em www.ansurfistas.com.


Entrevista realizada pela Associação Nacional de Surfistas

Créditos da Imagem: Jorge Matreno