EUA e Reino Unido bombardeiam posições houthis no Iémen

12 de Janeiro, 2024 0 Por A Voz de Esmoriz

Os EUA e o Reino Unido bombardearam várias regiões do Iémen, incluindo a capital Sanaa que está nas mãos dos houthis.

Os ataques conduzidos pelos Estados Unidos e o Reino Unido, nesta sexta-feira de madrugada, foram feitos por via água e ar, com recurso a submarinos, navios e caças. Em mais de 60 ataques, foram visadas instalações e bases militares do grupo rebelde que, desde o início do conflito do Médio Oriente, está do lado do Hamas, do Hezbollah e que é ainda apoiado pelo Irão. Os houthis têm tentado fazer mira sobre Israel, contudo os seus mísseis têm sido interceptados antes de chegar ao destino.

O regime houthi reconhece apenas 5 mortes e 6 feridos como resultantes dos bombardeamentos ocorridos.

Nas últimas semanas, militantes do grupo rebelde intensificaram os ataques de pirataria contra os navios comerciais internacionais no Mar Vermelho em protesto contra a campanha militar de Israel em Gaza, obrigando muitas rotas a terem que optar por uma travessia mais longa que implica contornar o continente africano pelo sul, obrigando a dobrar Cabo da Boa Esperança, travessia muito mais longa que outrora fora empreendida pelo navegador português Vasco da Gama. Os ataques houthis prejudicam inclusivamente a principal rota comercial entre a Europa e a Ásia, a qual representa 15% do tráfego marítimo internacional.

De natureza xiita, os houthis controlam o Norte do Iémen e já reagiram ao ataque, prometendo responder com um maior número de retaliações contra navios internacionais. Também os EUA e os seus aliados admitem empreendimentos militares adicionais caso seja necessário, embora receiam o cenário de uma maior desestabilização no Médio Oriente.


Créditos da Imagem: Sky News