Major-General Manuel Diamantino Pinheiro Correia, mandatário da Candidatura do CDS-PP para Ovar

3 de Agosto, 2021 0 Por A Voz de Esmoriz

É com enorme orgulho e satisfação que o CDS de Ovar anuncia o Senhor Major-General Manuel Diamantino Pinheiro Correia como mandatário das nossas candidaturas às Autárquicas 2021.

O Major-General, na situação de reforma, Manuel Diamantino Pinheiro Correia, tem 68 anos de idade, é natural de Marco de Canaveses e reside em Ovar, na freguesia de Válega, onde há mais de 45 anos constituiu família, tendo, porém, passado a sua adolescência e juventude na região de Águeda e feito os estudos secundários no ex Colégio de S. Bernardo em Águeda e no Liceu Nacional de Aveiro. Seguindo a sua vocação militar ingressou na Academia Militar onde, no ano lectivo de 78/79, terminou a licenciatura em Ciências Militares como Oficial da arma de Infantaria, estando também habilitado com o Curso Geral de Comando e Estado-Maior e o Curso de Promoção a Oficial General no Instituto de Estudos Superiores Militares.

Possui ainda outros Cursos de valorização profissional que se destacam: entre os militares, o Curso Comando (em França), os cursos de Patrulhas de Reconhecimento de Longo Raio de Acção e de Sobrevivência no Campo de Batalha (ambos na ex-República Federal da Alemanha), curso de Operações Especiais, curso de Operações não Convencionais, curso de Operações Psicológicas e o Curso de Altos Estudos Estratégicos, este frequentado no Centro de Estudos Superiores de Defesa Nacional em Madrid/Espanha.

No âmbito civil possui duas pós-graduações pela Universidade de Valência: “Investigação Operacional e Sistemas” e “Introdução ao Pensamento Sistémico. Sistemas Complexos: Ordem e Caos”.

Foi promovido a Oficial General no posto de Major-General em 29Mar2007 e confirmado pelo decreto do Presidente da República nº 48/2007 de 17 de Maio. Em 22 de Setembro de 2012 passou, por limite legal de idade, à situação de Reserva e, posteriormente, à situação de reforma.

Ao longo da sua carreira, prestou serviço em várias Unidades, Estabelecimentos e Órgãos do Exército e das Forças Armadas.

Como Oficial Subalterno e como Capitão:

· Na Escola Prática de Infantaria (Mafra), desempenhou as funções de Instrutor dos Cursos de Oficiais Milicianos e de Comandante do Pelotão Mecanizado.

· No Batalhão de infantaria Mecanizado (Santa Margarida), desempenhou as funções de Adjunto de Comandante de Companhia.

· No Centro de Instrução de Operações Especiais (Lamego), exerceu as funções de Instrutor, de Comandante da Companhia de Operações Especiais e de Comandante de Companhia de Instrução.

· No Batalhão de Infantaria de Aveiro, desempenhou as funções de Comandante de Companhia de Instrução, de Chefe da Secção de Operações, Informações e Segurança.

Nos postos de Major e de Tenente-Coronel:

· Ainda em Aveiro desempenhou as funções de Director de Instrução e de Oficial de Operações do Batalhão Operacional.

Neste período foi também nomeado como Director do projecto da criação do Centro de Instrução para as Forças Armadas de Cabo Verde, no âmbito da Cooperação Técnico-Militar entre Portugal e a República de Cabo Verde.

· Novamente de regresso a Lamego e às Operações Especiais desempenhou as funções de Comandante do Batalhão de Elementos de Operações Especiais, de Comandante do Batalhão de Instrução, de Director de diversos Cursos e Estágios ministrados nesta Unidade.

· No Quartel-General da Região Militar do Norte (Porto), desempenhou as funções de Chefe de Gabinete do Tenente-General Comandante da RMN.

· No Quartel-General da Brigada Ligeira de Intervenção, em Coimbra, exerceu as funções de Chefe de Estado-Maior desta Grande Unidade do Exército.

No posto de Coronel

· Desempenhou entre Julho de 2001 e Junho 2002, as funções de Comandante do Sector Central da Força de Manutenção de Paz da Administração Transitória das Nações Unidas em Timor Leste, em acumulação com as funções de Comandante do Contingente Nacional destacado neste Território, exatamente no período que envolveu dois atos eleitorais e a formalização da Independências deste novo País.

· Entre 2002 e 2005 exerceu as funções de Comandante do Regimento de Infantaria Nº19 (Chaves).

· Como Coronel Tirocinado exerceu as funções de 2º Comandante da Brigada Ligeira de Intervenção (Coimbra).

Promovido ao posto de Major-General exerceu as funções de Adjunto do Comandante Operacional das Forças Terrestres, para de Dezembro de 2007 a Dezembro de 2010 (por portaria Conjunta dos Ministros da Defesa Nacional e dos Negócios Estrangeiros) exercer o cargo internacional de 2º Comandante do “Corpo de Exército de Projecção Rápida da NATO” com Quartel-General em Valência/Espanha. De regresso ao Exército exerceu as funções de Inspector-Adjunto da Inspecção-Geral do Exército, tendo terminado a sua longa carreira como Director de Justiça e Disciplina do Exército.

Da sua folha de serviços constam 21 louvores, dos quais dois concedidos pelo General Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, quatro pelo General Chefe de Estado-Maior do Exército e onze por outros Oficiais Generais. Possui, ainda, várias condecorações de que salientam, uma Medalha de ouro e quatro de prata de Serviços Distintos, as Medalhas de Mérito Militar de 2ª e 3ª classe, as medalhas de 1ª e 2ª Classe de D. Afonso Henriques – Mérito do Exército e a Medalha de ouro de Comportamento Exemplar.

Possui ainda as seguintes condecorações estrangeiras:

– Medalha da ONU (UN/UNTAET- Timor Leste)

– Gran Cruz do Mérito Militar com Distintivo Branco (Reino de Espanha)

Atualmente dedica-se à pesquisa e estudo das novas tipologias dos conflitos, proferindo diversas palestras sobre esta temática como convidado. É, atualmente, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação de Operações Especiais; e, entre outos, é sócio da Associação 25 de Abril, da Liga dos Combatentes e membro do Rotary Club de Ovar.

É casado com D. Maria Graciela Pinheiro Correia donde tiveram dois filhos, Márcia Alexandra (já falecida) e Nuno Miguel.


Comunicado da Concelhia do CDS-PP Ovar