Município de Ovar eliminou mais de 300 ninhos de vespas asiáticas nos últimos 12 meses

18 de Março, 2024 0 Por A Voz de Esmoriz

Autarquia tem dado resposta em apenas 16 horas

Nos últimos 12 meses, o Município de Ovar eliminou mais de 300 ninhos de vespas asiáticas ou velutinas, num total de 348 intervenções e, em média, a resposta é dada em apenas 16 horas. Trata-se de uma pronta ação da autarquia, que apela à população para que continue a ter um papel ativo no combate a esta espécie invasora, reportando todas as ocorrências.

“No combate à vespa asiática, o Município de Ovar tem dado uma resposta rápida e eficaz na destruição dos ninhos, contribuindo para minimizar o impacto desta espécie invasora no concelho”, explica Domingos Silva, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Ovar, destacando o facto de a “população estar cada vez mais consciencializada e com um papel ativo no reporte de ninhos”.

Dos dados recolhidos, verifica-se que a maior parte dos casos detetados ocorreram em vegetação (44,8%) e em edifícios (39,9%). Há registos de ocorrências em todas as freguesias. A União de Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira Jusã, com 198 ocorrências, regista mais de metade dos casos. Segue-se Válega com 58 casos; Esmoriz com 46; Cortegaça com 24 e Maceda com 22.

A vespa asiática é uma espécie invasora, predadora das abelhas, que ameaça o ecossistema, tendo um impacto negativo na apicultura, mas também na segurança pública. O rápido reporte destes casos é essencial no combate desta praga, sendo que é aconselhado que ninguém opte pela destruição autónoma dos ninhos.

Assim, todos os munícipes que avistarem um ninho de vespas velutinas devem contactar o Município de Ovar, através da Ecolinha: 800 204 679 ou ecolinha@cm-ovar.pt.