Negra suada antes da festa do titulo

10 de Maio, 2022 0 Por Fátima Rocha

Com o Dragão Arena esgotado, as portistas bateram o recordista em títulos, o Leixões, por 3-1, e ergueram o sétimo troféu em 3 anos.

A AJM/FC Porto, revalidou o titulo nacional de voleibol feminino, ao vencer por 3-1 o Leixões, numa partida emocionante, entre ambas as equipas, se por um lado, as portista têm vindo a dominar as provas internas com sete troféus no seu palmares, por outro, o Leixões é a equipa que mais vezes se sagrou campeã nacional.

Tudo fazia prever um verdadeiro duelo de titãs, ao longo de 5 jogos disputados entre ambas as equipas, adiando sempre a vitória, para o derradeiro final. Num primeiro set muito suado entre ambas as equipas, o segundo set, começou equilibrado, contudo a equipa azul e branca não arrastaram o resultado, selando nos 25-14. Perto de fechar as contas do titulo, a AJM/ FC Porto, tentou manter o ritmo, mas as leixonenses voltaram adiar os festejos, vencendo por 26-28.

O inicio do set decisivo , a equipa portista entrou, demolidora, atingindo os 12 pontos de avanço (18-6), quando tudo estava inclinado para terminar o set, a equipa aos comandos de Miguel Coelho, puxou dos galões e foram precisos 40 minutos para terminar o set, com um parcial de 36-34, dando a vitória a equipa azul e branca.

A parceria entre a Academia Jose Moreira e o FC Porto, já valeu dois campeonatos nacionais, três Supertaças e duas Taças de Portugal

Em declarações à FCPORTO TV, José Moreira demonstrou a dificuldade sentida na conquista do campeonato, mas também a força da equipa para a conquista, ” Isto não foi um ano fácil, foi extremamente difícil. Houve muitos problemas, mas a equipa conseguiu e teve a categoria para ultrapassar isso e atingirmos algo que já não víamos há algum tempo. Espero para o ano conseguir o tricampeonato, isso é que é bom. Estão todos de parabéns, a AJM/FC Porto é uma parceria que está a dar resultado.”

Carlos Carreño, treinador da equipa azul e branca, reforçou o trabalho da equipa na conquista de mais um campeonato nacional “Parabéns às raparigas, que jogaram muito bem, aos adeptos, à equipa técnica, ao clube e a toda a gente pelo trabalho. Foi uma final incrível, que nos obrigou a dar o máximo no final de um ano em que sofremos muito. Resta-nos disfrutar, o jogo correu muito bem, marcámos a diferença no serviço, mas não estou aqui para analisar o jogo técnica e taticamente. Isto é fruto de muito trabalho, vamos festejar muito como fizemos ontem no futebol. Envio-lhes, desde já, os parabéns, e também o faço ao andebol e ao hóquei em patins que estão a ter um grande ano e espero que nos sigam o exemplo.”

Crédito : Federação Portuguesa Voleibol