PSP assinala o Dia Internacional da Mulher

8 de Março, 2022 0 Por A Voz de Esmoriz

A Polícia de Segurança Pública (PSP) assinala, hoje, o Dia Internacional da Mulher, instituído pela Organização das Nações Unidas em 1975 e que celebra, em mais de 100 países, as conquistas, sociais, políticas e económicas da população feminina, bem como a evolução em curso na paridade de direitos e deveres de cidadania.

A PSP associa-se orgulhosamente à comemoração desta data, relembrando ter-se constituído como um dos serviços do Estado Português que mais cedo integrou mulheres nos seus quadros e a primeira força de segurança a abrir os concursos a ambos os sexos, em absoluta paridade de direitos e deveres. Num passo pioneiro a nível nacional, em 1930 foram pela primeira vez integradas mulheres nos quadros da PSP, para o exercício de funções de vigilância de mulheres e crianças, serviços assistenciais, revista de cidadãs suspeitas e apoio na gestão operacional (atendimento de chamadas telefónicas).
Seguiu-se nova evolução, já em 1971, com a abertura de um concurso para funções operacionais que permitiu a primeira integração e formação de 312 mulheres polícia que iniciaram funções já em 1972.

Atualmente as mulheres encontram-se presentes em toda a estrutura da Polícia, tanto no quadro de pessoal com funções policiais (desde Comandantes de Comando à execução de missões de patrulhamento de proximidade, na estrutura de apoio a operacionais da Unidade Especial de Polícia, em território nacional como em missões pela ONU, OSCE e UE) como no quadro de pessoal sem funções policiais (desde uma Diretora Nacional Adjunta, a chefes de divisão e assistentes operacionais), contribuindo diariamente de forma muito relevante para o desempenho global da PSP.

Neste dia destacamos, em especial, as 2091 mulheres que integram hoje a N/instituição, das quais 1692 Polícias (118 Oficiais, 183 Chefes e 1391 Agentes) e 399 no quadro de pessoal sem funções policiais (nomeadamente 5 professoras do ensino superior, 90 técnicas superiores e 191 assistentes técnicos, entre outras categorias).

Dos 1263 polícias que, desde 1992, participaram em missões internacionais em representação de Portugal e da PSP, 106 são mulheres.

A PSP orgulha-se em garantir a igualdade de oportunidades e deveres no acesso à profissão, formação, desenvolvimento profissional e ascensão na carreira.

Consideramos de grande importância sublinhar junto do grande público o papel fundamental desempenhado pelas Mulheres na Polícia e distinto contributo para a construção de uma Polícia integral, humana, forte e coesa e ao serviço do Cidadão.

Comunicado do Núcleo da PSP Aveiro