TPI emite mandado de detenção a Vladimir Putin

17 de Março, 2023 0 Por A Voz de Esmoriz

O Tribunal Penal Internacional, sediado em Haia (Países Baixos), emitiu um mandado de detenção para Vladimir Putin, Presidente da Federação Russa, e Maria Lvova-Belova, comissária pelos Direitos das Crianças do Gabinete do Presidente da Federação Russa.

O presidente russo e a comissária são “alegadamente responsáveis pelo crime de guerra de deportação ilegal de população (crianças) e transferência ilegal de população (crianças) de áreas ocupadas da Ucrânia para a Federação Russa”.

De acordo com o mesmo tribunal, citado pela CNN Portugal, “os crimes terão sido cometidos em território ucraniano ocupado pelo menos desde 24 de fevereiro de 2022”.

O Tribunal Penal Internacional encontra-se ainda a investigar outros crimes ocorridos na guerra da Ucrânia, como por exemplo, o caso do massacre de Bucha.

A Rússia, que sempre negou as acusações de crimes de guerra, desvalorizou a decisão, argumentando que a mesma “não tem qualquer significado” para o país, uma vez que Moscovo nunca ratificou o Estatuto de Roma que criou o TPI.

É a segunda vez na história que o TPI acusa um chefe de estado em exercício de funções. O primeiro tinha sido Omar al-Bashir, presidente do Sudão.


Créditos da Imagem: Pavel Bednyakov/Sputnik via Reuters