Visita do ministro da saúde ao hospital de S. João da Madeira (comunicado)

16 de Novembro, 2022 0 Por A Voz de Esmoriz

Relembramos que o Hospital de São João da Madeira chegou a ser entregue pelo governo PSD/CDS/Troika à Santa Casa da Misericórdia e, graças à intervenção da esquerda, em particular do Bloco, a decisão do governo liderado por Passos Coelho foi revertida.

O Hospital de São João da Madeira, que está integrado no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, necessita de um forte reforço de profissionais e equipamentos para que possa responder minimamente às necessidades das populações que vivem e trabalham neste território.

A propaganda do governo PS, com a chancela do Conselho de Administração do CHEDV, nunca se dispôs a responder com clareza à visível degradação dos serviços e a garantir mais e melhor saúde pública nos nossos concelhos.

O ministro Manuel Pizarro nada mais tem a propor a não ser a privatização dos serviços e a continuar o desinvestimento no SNS, deixando a saúde apenas a quem a possa pagar. Recordamos que, durante a pandemia, foi o SNS e os seus profissionais que nos salvaram, e não os privados que o PS e a direita protegem, garantindo-lhes lucros sempre crescentes.

Para o Bloco, a Saúde Pública defende-se com políticas de investimento na melhoria dos serviços e em garantir que os profissionais do SNS têm carreiras e salários dignos.

Numa crise económica e social como a que vivemos, sabemos bem como o SNS corresponde, de forma indireta, a uma boa parte dos salários e das pensões.

Pizarro e PS podem até fingir muita preocupação com o SNS, através da pompa das inaugurações, mas é com um contrato de confiança com os cidadãos que garantimos mais e melhor Estado Social. E o PS tem violado sistematicamente esse contrato, fugindo quem pode para o privado e deixando serviços públicos degradados à maioria da população.

Para o BE, a Saúde não é festança. Saúde só se materializa com um SNS forte e de confiança.